Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

do pipo ó copo

Ponte de Prado

do pipo ó copo

Ponte de Prado

porTUgal

Manhã cedo o Manuel passeava o cãozinho pelo canteiro de relva, que havia na frente do prédio. Cumprimentou o António que chegava, do trabalho nocturno nos CTT. O António, antes de entrar tirou o cigarro da boca e atirou a “purisca” para uma poça de água de chuva…

- Oiça cá, acha bonito sujar tudo de “beatas”, mesmo à entrada do prédio?…

- Olha quem fala! E você acha bonito borrar o jardim todo com merda de cão?...

- Porcalhão! Você anda a estragar isto tudo…

- Badalhoco! Você é que dá cabo de tudo…

- É por causa de bandidos como você que estamos assim...

- É por causa de malandros como você que isto vai prá sarjeta...

- Malandro.

- Reformado.