Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

do pipo ó copo

Ponte de Prado

do pipo ó copo

Ponte de Prado

CORTE E COSE.

Quando chegou a minha vez, entreguei o molho de cartas para selar, e a funcionária enquanto as passava pela máquina de registo, desviou o olhar para a fila que atrás de mim se formou. Com um “desculpe” levantou-se da cadeira e desviando um pouco o corpo disse:

- A menina…

Uma senhora saiu da fila apontando o dedo para si própria

- Sim. A menina estando grávida tem prioridade. Pode chegar-se à frente…

- Grávida?... Mas eu não estou grávida.

- Não?... Balbuciou com a cara avermelhada – peço imensa desculpa. São estas roupas de corte moderno. Enganam não é? - sentenciou olhando para mim, procurando um assentimento, a que respondi com um sorriso…

Baixou a cabeça e continuou a passar as cartas pela máquina…

- Estava bem calada - disse baixinho…

- Alem disso - disse-lhe - poderia levar a mal estando grávida, chamar-lhe menina…