links
arquivos

Outubro 2019

Julho 2019

Junho 2019

Abril 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Março 2018

Novembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Abril 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Abril 2015

Março 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

pesquisar
 
Outubro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

favorito

SO LONG LEONARD...

69

FARO...

QUEIJO...

HIPERTENÇÃO

EMBRULHA...

blogs SAPO
Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019
69

O Desportivo () alugou uma garagem, e montou um bingo. Uma noite, resolvemos ir ver; estas coisas eram resolvidas num repente quando, depois de jantar nos juntávamos no largo do lugar e não havia o que fazer e ainda era cedo para ir para a cama.

O meu primo Zé, cantava os números, e uma vez saído o sessenta e nove proclamou “o badalhoco”, e na sala soltaram-se risos, e olharam uns para os outros, fazendo gestos de acentuação com a cabeça compartilhando um segredo, que parecia só o alcance dos iniciáticos…

E nós, olhando uns para os outros rimos também...

No alto dos nossos treze anos, acho que todos supusemos que teria a ver com raparigas e não querendo dar parte de fraco e de possível desconhecimento, o que seria imperdoável, e motivo de troça, deixámos passar em claro e ninguém do grupo inquiriu o que seria ao certo…

 

O Carlos acompanhava o pai que era serralheiro, e um dia foram fazer um trabalho à fábrica do cartão, onde se reciclava papel, e nessa noite apareceu com um monte de revistas, escondidas atrás das costas. Estavam rasgadas no meio, mas dava para folhear. Sete revistas da Playboy, todas iguais, que ele tinha escondido; uma para cada…

E foi essa revista, que viveu escondida no meu quarto por muito tempo, que respondeu às questões que fervilhavam na minha mente, e me transportou, em cem páginas, para a idade adulta. E aí descobri, o que era o tal sessenta e nove…

 

Anos mais tarde, quando fui à inspeção militar, ao chegar ao portão do quartel era-nos dada uma placa com um número que tínhamos de prender á roupa. Fiquei com o número catorze…

O sessenta e nove calhou a um moço, magrinho, mirrado, que teria pouco mais de metro e meio, e que durante os dois dias, foi gozado e humilhado por quase todos os militares do quartel, e pela face que espelhava um misto de surpresa e imbecilidade, pareceu-me, sem saber o porquê…

publicado por JP às 16:13
| comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Julho de 2019
FARO...

Todos os dias passo pela montra de uma loja em que se tosquiam e banham animais com "cafuné" e bolas de espuma, mais concretamente cães e gatos, e curiosamente o funcionário raramente é o mesmo.

Ou o emprego é espectacular e tem muitos funcionários para recrutar, ou então ali só os animais são bem tratados...

 

publicado por JP às 14:13
| comentar | favorito
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019
QUEIJO...

A pessoa que estava à minha frente na fila deve ser muito esquecida. Vê lá que até tinha o nome dos filhos tatuados no braço...

publicado por JP às 09:16
| comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
HIPERTENÇÃO

- Saí assim um bocado nervosa...

- Mas então porquê?...

- Ora, porque, o Dr. Couto só pedia umas análises, e receitava uns remédios. Esta médica nova, queria pedir exames para tudo. Quando me falou no exame aos intestinos, eu disse logo, que não fazia...

- Mas porquê?...

- Porque não quero saber. O "Senhor" protegeu-me até agora, e depois ouço dizer que depois do exame é que aparecem as doenças... E depois mediu-me a tensão várias vezes e eu nervosa, acusou alto, e começou a dizer que se calhar eu era hipertensa. Quando saí rasguei logo a receita...

 

 

publicado por JP às 10:23
| comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019
EMBRULHA...

- Vai para onde, a carta?

- Espanha… A morada é Cerleg…

- Como?... Não percebi.

- É um C de Cu… Desculpe, desculpe, de cão… C de cão quero dizer….

publicado por JP às 17:09
| comentar | favorito
Domingo, 10 de Fevereiro de 2019
TEMPERO...

FÁTIMA - 25-01-2019,  20.30

- Ora bem, vamos já a este restaurante que parece fixe...

Entrámos, e a funcionária veio ter connosco sorridente...

- É para jantar, perguntou.

- Sim, uma mesa para três...

- Vocês desculpem, mas se querem jantar, se calhar é melhor ir ao restaurante ali em frente... Tem mais por onde escolher.

 

publicado por JP às 18:11
| comentar | favorito
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2019
ATÉ AMANHÃ...

- Finalmente, a minha busca terminou…

- Entre. Saia do frio e chegue-se à lareira.

Entrou, tirou as luvas grossas e chegou-se ao fogo que ardia na lareira de pedra.

- Gastei anos de vida, e a fortuna da família quase toda, mas agora sinto que valeu a pena...

- Dinheiro mal gasto, e tempo perdido.

- Eu não sei como fazer isto, ansiava por encontra-lo e agora nem sei como começar…

- Desde que não grave a conversa, conversemos…

- Como é que alguém que vive para sempre, que tem dois mil anos - disse, fazendo aspas com os dedos - vem parar aqui, sozinho a este fim de mundo gelado?

- Precisava de me afastar dos homens - respondeu encolhendo os ombros…

- Nasceu em 623 na escócia e quando chegou aos 30 anos parou de envelhecer, até hoje…

- Na aldeia onde nasci, todos os primeiros filhos homens que nasceram nesse ano, 23, pararam de envelhecer aos 30 anos; Ninguém nunca soube porquê.

- Eu deparei-me com a lenda por um acaso e passei anos e anos metido em bibliotecas e alfarrabistas estudando-a; não houve alguém que acreditasse. Mas agora estou aqui a falar com o homem que nunca morre…

- Morreram 22, só resto eu, portanto o nunca morre…

- Morreram por causa da estupida crença de cortarem a cabeça uns aos outros para viverem mais tempo. Eu nunca vi isso escrito….

- Eu nunca cortei a cabeça a ninguém e contínuo com 30 anos… Felizmente os últimos dois que lutaram conseguiram degolar-se um ao outro, senão teriam vindo atrás de mim…

- Eu li que não conseguem ter filhos mas você teve dois…

- O Vincent, que nasceu em 1722, era mestiço… e o Leonard, que nasceu em 1886, comprei-o a uns vizinhos pobres, para oferecer à Margareth, minha esposa nesse tempo, que ansiava um filho… Amei-os até ao fim dos seus dias. Mas é muito doloroso ver um filho definhar...

- E também nunca mais casou. Essa foi a sua última mulher…

- Pelos mesmos motivos… chegou a um ponto que me cansei de ver morrer as pessoas que amava…

- E porque se isola do mundo?...

- Eu sou o homem mais rico da terra, tenho castelos, terras, ouro em cofres-fortes espalhados pelo mundo. Sei quanto tenho em cada um, onde… Mas não os posso reclamar, nem usar… e assim estou aqui, a ver passar o tempo, segundos para mim, anos para si…

-Mas podia viver rodeado de tudo o que o mundo tem…

- Posso nada. Eu que vivo para sempre não existo, desde que inventaram os computadores. Não consigo tirar passaporte, o cartão de cidadão, ou uma certidão de nascimento…

 

publicado por JP às 17:59
| comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2019
COMPLIQUEX...

- D. Rosa, agora as consultas são marcadas pela internet.

- Pela internet?... Mas eu não tenho nada disso.

- Se não tem, vai à loja do cidadão...

- Então agora tenho que andar 10 km pra trás, apanhar duas camionetas e correr meia cidade, para marcar uma consulta, quando tenho o centro de saúde ao pé da porta?...

- É o progresso D. Rosa...

 

publicado por JP às 10:53
| comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018
ACRÓPOLE

IMAGEM 1.jpg

 

publicado por JP às 16:04
| comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018
ATREVIMENTO

...e olharam para mim, assim com um olhar furioso, odiento mesmo, só por ter dito que gostava mais do pastel de nata em vez de belém...

publicado por JP às 17:57
| comentar | favorito