links
arquivos

Maio 2017

Março 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Abril 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Abril 2015

Março 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

.......................
pesquisar
 
Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

favorito

SO LONG LEONARD...

É A VIDA...

FAZ UM DESENHO...

TRANSGÉNERO...

SO LONG LEONARD...

MARILYN AND JOE DiMAGIO

blogs SAPO
Terça-feira, 31 de Março de 2009
UM A UM...

 

Estávamos parados na bomba de gasolina, e o Manuel Baixo, ao ver o carro cheio pergunta se íamos ver o rally. Deixai-me ir, que eu também quero ir ver. Eu gramo o rally pra carago…
E o trabalho, perguntei… Que se lixe o trabalho. Amanhã ainda lá está à minha espera.
Era o tempo, em que o rally de Portugal, passava por Ponte de Lima, pelos caminhos de terra no meio dos montes, e as empresas fechavam, davam folga ou faltava-se. As pessoas iam para a estrada ver os carros passar, e por vezes o espectáculo era interessante, como quando o Miki Biasion passou a rotunda pelo sentido contrário, a derrapar…
Lá se encolheram os três de trás, para o “Manel” caber, e fomos para a estrada, subindo os montes até onde a GNR deixava. Depois seguir a pé, pelo meio das silvas e do tojo, tentando chegar cedo para arranjar um bom sitio.
Ouve-se ao longe um motor a roncar… era o Carlos Sainz.
“Espectáculo”,”Este gajo é que anda”… Um minuto, mais ou menos, outro carro… Juha Kankunen…
O Manuel é que não gostou da brincadeira: Isto é assim?... Um de cada vez?...
 
publicado por JP às 21:30
| comentar | favorito
|